A MILÉSIMA BESTEIRA ANTI-JOGOS USADOS by Alexandre
2 de junho de 2012, 12:42
Filed under: Gamerview

Originalmente publicada no Gamerview em 07-07-2011.

Nessas últimas semanas, eu usei minhas três contas na PSN (ES, UK e US) para baixar os seis jogos do Welcome Pass, e hoje usarei minha conta JP pra baixar mais dois. E achei uma coisa bem legal. Quero dizer, a Sony fez cagadas e mais cagadas – na segurança do console, de sua rede – mas tanto em um caso como em outro custou, mas conseguiu consertar. E, no caso da rede caída, compensou os usuários de uma maneira bem legal, e sem bloquear por IP como seria de se esperar para algo assim. Merecia os parabéns, e pensei em fazer uma coluninha elogiando.

E aí me soltam essa de PSN Pass. Não podem nem dizer que é uma idéia original, afinal de contas a EA chegou primeiro. Nem dá vontade de falar pela milésima vez os mesmos argumentos sobre a burrice desses caras quando colocam esse tipo de coisa. Mas pelo menos o pessoal da EA dá a cara pra bater e falam com todas as letras: “sim, isso aí é para conter a venda de jogos usados que prejudica a indústria”. Eles são burros o suficiente para pensar isso, mas pelo menos são machos o suficiente para admitir.

Na Sony não. “Essa é uma iniciativa importante, que nos permitirá acelerar nosso comprometimento na melhora de serviços online premium para o nosso portfólio de games first-party.”

Esse é o típico corporate bullshit: falam e falam sem querer dizer porra nenhuma. Pelo pouco que deu pra entender, eles vão criar “serviços online premium” específicos para os first-party? Olha, se for isso são burros até dizer chega. Ou seja, vão ter cross-game chat… mas só para os first-party?

Como isso aí é uma possibilidade tão estapafúrdia que não pode ser considerada, vamos partir para a segunda: como não querem partir para uma estratégia “Live Gold” e cobrar pelo jogo online (afinal de contas, ser gratuita é talvez a única vantagem que a PSN tem sobre a Live), vão tentar matar dois coelhos com uma cajadada e, ao mesmo tempo que dão um golpe no mercado de segunda mão, conseguem uma fonte de financiamento pra sustentar a PSN.

Senhores, sabem o que poderia dar uma fonte de financiamento ainda melhor? Parar de permitir compartilhamento de contas. A rede é tão ruim que eles têm que fazer a PSN ser uma rede de mendigos, permitir que cinco pessoas façam um rachuncho do preço de seus jogos – e fazem propaganda disso como se fosse algo sensacional (ruim não é, mas francamente eu preferia uma rede melhor a poder comprar jogos de dez dólares por dois). Agora que a rede está estabelecida, poderiam parar com isso. Só que claro, isso aí seria perder a verdadeira vantagem competitiva da PSN, que é uma merda, então eles não podem fazer. E entram no bonde dos burricos e se declaram contra o jogo de segunda mão – mas sem se declarar contra, porque fica feio.

Caracas, quando tudo parece bem, quando parece que os japoneses aprenderam… eles fazem outra cagada. É impressionante!

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: